FW049

FW049

Paixão – Passion Submergiram as paixões de loucura. Porquê, instintivamente amamos e queremos ser amados paixões e desilusões abrem caminho a várias ilusões. Iludido e apaixonado me foco e concentro em toda a metodologia do amar de verdade, isto trespassa qualquer falsidade. Nu no campo de acção do ser amado estamos perante a verdadeira identidade do ser, portanto ser amado exige de nós uma profunda consciencioso do porquê de sermos amados e no entanto existe uma dicotomia necessária de bom agrado retribuir e amarmos também, esta dialéctica presume-se que 1+1= 1, quando logicamente ninguém consegue usufruir de nada. Portanto logicamente 1+1=2, correcto, mas a conduta não será producente se o resultado não for o empate técnico das atitudes e valores e comportamento em geral, daí que então haja uma posição una no meio da vida amorosa. Entendido e será essa verdade única fonte de prazer, ou o ser individualista quer outra acção, entenda-se acção como a verdadeira liberdade. Pois bem, não vivi o suficiente para ultrapassar as seguintes etapas, lógicas ou ilógicas ficará ao critério de vários de vocês, não quero ter a certeza absoluta, daí que imagino-me asno de vez em quando, e hoje em dia é difícil haver burros propriamente ditos, existem sim os asnos artificiais, que enganam, mas quem verdadeira- mente se coloca por vezes neste papel, tirem as vossas próprias conclusões. Não estou cá para isso, aliás acerca de loucuras tenho receios, e atitudes que não cometo, visto que o louco só o é em certas circunstâncias e quando julgado por os demais, ou seja depende muitas vezes do “habitat”. Desviando um pouco deste raciocínio quero então dizer que sou louco, assumo que gostei de várias pessoas e daí, que nunca estamos preenchidos, queremos mais amor e mais e mais…porquê tanta ambição amorosa, tal como coloquei a questão. Retiro dizendo o seguinte, todos somos livres de cometer loucuras no amor, somos vulneráveis e muitas vezes manipulados. Queremos crer que é verdade que amamos, porquê, porque fomos amados, esse sentimento que desperta carinho e despoleta a sabedoria da vida, o acto de amar e transmitir esse amor de forma clara e espontânea, dizendo eu quero porque tenho o direito de ser amado, pois então amem-se e dêem luz à vida através de um esforço uno e sentido num caminho sem lágrimas ou dores. Desfrutem de um maravilhoso ser que vos presenteia a energia máxima progenitora. A luz reproduz-se em feixes que iluminam o próprio sistema solar, acreditem. Nunca num horizonte longínquo se capta a luz do amor, pois ele propaga-se pelo contacto, estimulem essas energias revitalizadoras. E façam crescer a equação e seja 1+1+1+1+…..= mais infinito. Pois bem no campo amoroso há forças magnéticas, força sedutora e atraí o desejo de conhecer, e satisfazer o desejo ou simplesmente desfrutar. Submerged passions of madness. Why, I instinctively want to be loved and loves of. Passions and disappointments pave the way for many illusions. Deluded and love me focus and concentrate on all the methodology of how to truly love, that which pierces- or falsity. Nu in the field of action to be loved this is the true identity of being, being loved so requires of us a deep sense of why we loved and yet there is a dichotomy necessary than happy to reciprocate love and also-also, this interaction assumes that 1 +1 = 1, when logically one can not enjoy anything. So logically 1 +1 = 2, correct, but the conduct will not be productive if the result is not the technical tie the attitudes and values and behavior in general, hence there is a position which then join in the middle of lovemaking. Understood this truth and will only source of pleasure, or be an individualist or other action, one should consider action as true freedom. Well, I have not lived enough to overcome the following steps, logical or illogical to be chosen from several of you do not want to be absolutely sure, so I imagine that ass once in a while, and today there is hardly dumb themselves, but the donkeys are artificial, that trick, but who truly mind-sometimes arises in this paper, draw your own conclusions. I’m not here for that, in fact I have misgivings about madness, and attitudes that do not make, since the fool is the only under certain circumstances and when judged by others, that is often depends on the habitat. Diverting some of this reasoning I then say I’m crazy, I assume that many people liked hence, we are never satisfied, we want more love and more and more … Why so amorous ambition, as I put the question. Retreat by saying the following, all are free to run amuck in love, we are vulnerable and often manipulated. We believe that it is true that we love, why, because we loved that feeling affection and triggers that awaken the wisdom of life, the act of love and pass that love clearly and sponta-neous, because saying I’m entitled to be loved as to love yourself and then give birth to life through an effort towards a path one and no-but lagre or pain. Enjoy a wonderful being that presents to you Maximum energy progenitor. The light is reproduced beams that illuminate the solar system itself, believe me. Never on a distant horizon to capture the light of love, because it spreads by contact, stimulate revitalizing these energies. And do grow up and be the equation 1 +1 +1 +1 +…..= infinity. Well there’s love in the magnetic field, strength and seductive lure a desire to meet and satisfy the desire or simply enjoy

Leave a Reply

Your email address will not be published.*