FW060

FW060

The Figth Um dia ia depressa demais despistei-me fiquei para trás logo recomecei com o alento de um despiste e a confiança de uma recuperação insisti e vivi como se não houvesse outra chançe dei um passo lento mas firme e convicto regressei à corrida mais louca do mundo a corrida chama-se vida era por ela que eu lutava e alcançava a meta do ser feliz para estar bem posicionado na recta final…via que lutava sozinho é preciso liberdade e esta é irmã da solidão pois bem sempre só partia destacado do primeiro e último lugar só é possível ser-se primeiro e último quando corremos sós este era o espírito de luta mas nunca estamos sós temos a vida pela frente e isso é correr para viver e ser primeiro sendo o último quando estamos a iniciar um ciclo é natural que partamos em último mas há pontos onde somos vencedores é assim a vida primeiro num lugar e último noutro mas nunca parar assim não há corredor na corrida da vida estamos sempre a ganhar e ao mesmo tempo a perder e isso sim é lutar e vencer na vida! Um inicio, um precipício, porque o tempo não é efémero. A queda paralela de um mau começo, arrefeço. Em ponta dos pés me equilibro e dou um pulo, mergulho. Não me anulo, saltei e imaginei a vertigem. Velozmente o coração sobressalta, por algo que imagino em viagem. Na dianteira, vi a vida inteira num segundo ao deslizar sobre o ar. Era a queda livre essa queda do bater no chão…pelo alcatrão molhado que brilha na estrada respiro o ar fundo é gélido! O asfalto húmido sinto a água fresca que brilha no escuro lembra o céu brilhante e cintilante e era assim aquele chão forte, fortemente esse impacto destruiria o que viria. O relógio parou e imortalizou o momento do seu pensamento. Em velocidade superior ao vento vinha em pirueta e enrolando-se em si mesmo deu a volta e subiu, subiu, voltou ao momento anterior para não haver posterior chamo-lhe por isso a elevação da queda em que caiu subindo vertiginosamente. O orgulho do sentir o eu vejo como o outro sofreu alguém que sentiu e que nunca o outro viu na pele dos demais espero que nunca sofrais eleva-se o espírito da ajuda e entreajuda pelos caminhos há pedregulhos são esses obstáculos que levantam orgulhos nasce assim em mim crença porque ao mundo vim para lutar até ao fim e zelar por ti e enfim estar e ir ao fundo conhecer o outro e o seu mundo a esgrima na arte de esgrimir há golpes a infligir tudo passa por um sentir de uma golpeada pela ponta da espada a luta de um sofrer sem querer, que transmite poder de vencer e ter eis que brilha o ser o vencedor e perdedor ao cair, sente a dor mas ergue-se e vence-se é um lutador que vence a dor imagina-se no alto do último acto e vislumbra-se a glória do vencedor e vencido todos os que lutam merecem a almejada vitória. One day he was going too fast … I lost them, I was soon resumed back … … with the comfort of an off … and a recovery of confidence … I insisted and lived as if there were another shot … I took a step slow … but firm and confident … I returned to the craziest race of the World … the race called life … it was that I fought … … and reaching the goal of being happy to be well …. positioned in the final pathway that fought alone … … you need freedom … And this is the sister of loneliness because … well … always just departed posted the first and last place … is only possible to be a first … and finally when you run alone … this was the fighting spirit … but we are never alone … we are living by yourself fren … and that’s run … to live and be the first and the last when … We are entering a cycle … it is natural to depart at last … but there are points … where winners are … … so is life in the first place … and last but not another … … so do not stop corridor for … the race of life … we’re always winning and losing at the same time … and yes it is to fight and win in life! A beginning, a cliff, because time is fleeting-ro. The fall parallel to a bad start, cool. On tiptoe balance and give me a jump, delves deep into her mouth. Do not frustrate me, I jumped and I thought the vertigo. Fast heart startled by something that you imagined traveling. At the front, saw a lifetime in a second while sliding over the air. It was the free fall this fall’s hit the ground … … For the wet tarmac road that shines in the air I breathe deep It’s cold! The wet asphalt Feel the fresh water that glows in the dark Remember the bright sky and shining And so was that floor … … Strong, heavily impact this would destroy what was coming. The clock stopped and immortalized the moment of his pen-thickening. At top speed the wind came into tailspin and curling in himself turned around and rose, rose, returned to the previous moment in for no later call it so high that the fall in fell skyrocketing. Do I feel See how the other suffered Someone who felt And they never saw each other on the skin of others that I hope never to suffer severe spirit Help and mutual aid There is gravel on the paths It is these obstacles that stand proud Thus is born in me The belief because I came to the World To fight to the end And watch over you and finally get to the bottom and Wellness Meet other And your world Fencing In the art of fence there to inflict blows Everything passes by a sense of a hit By The tip of the sword fight suffer a Unintentionally, which transmits power To win and have Behold the shining be the winner and loser By fall, feels the pain But rises and falls due is a fighter who wins the pain Imagine yourself at the top of the last act and conjecture about the glory The winner and loser All Deserve the desired fighting victory

Leave a Reply

Your email address will not be published.*